Pular para o conteúdo
Blog AmplificaNews #24

AmplificaNews #24

Bem-vindo (a) a 24ª edição da Newsletter da Amplifica Digital!  

A #amplificanews está de cara nova! 

Nesta edição de março, você encontra informações de mercado, blogposts e dicas que podem fazer a diferença na sua estratégia digital.

Esperamos que faça bom proveito! 👍

☕️  Atualização rápida:

Fique a par das atualidades no tempo de passar um café:

6 influências diretas da Inteligência Artificial no Marketing Digital 

A ascensão dos modelos generativos está impulsionando o crescimento da inteligência artificial e transformando a forma como marcas e consumidores interagem. Nesse cenário, quais são as principais áreas que os profissionais de marketing e consumo devem monitorar?

  1. A IA continuará a desempenhar um papel cada vez mais importante no marketing e no atendimento ao cliente, com chatbots e assistentes virtuais se tornando mais comuns.
  2. As marcas se concentrarão em personalizar a experiência do cliente, usando dados e análises para entender melhor as preferências e necessidades do consumidor.
  3. O marketing de influência continuará a crescer, com as marcas buscando parcerias com influenciadores digitais para promover seus produtos.
  4. A privacidade do consumidor será uma preocupação crescente, com as empresas sendo obrigadas a ser mais transparentes sobre como usam os dados do cliente.
  5. A tecnologia de realidade aumentada (AR) e realidade virtual (VR) continuarão a evoluir, proporcionando novas formas de experiências de compra imersivas.
  6. A sustentabilidade será uma prioridade para as marcas, com o crescente interesse dos consumidores em produtos e serviços que são ecologicamente corretos e socialmente responsáveis.

Recentemente recebi um e-mail que me chamou muito a atenção por seu título

 “Mais leads = mais vendas”.  Mas será que isso é verdade?

Tratar de captação de contatos, ou seja, leads, e nutrir sua relação com eles é a base da estratégia digital. 

Mas de que vale se comunicar com alguém que não precisaria do seu produto ou serviço em nenhum momento, seja agora ou no futuro? 

“Mais vale um ICP na mão, que muitos leads desqualificados”

Quanto mais nichado nosso produto ou serviço, mais longa pode ser a jornada de relacionamento até o momento da compra. Fato é que esse investimento só dá retorno se feito com os contatos certos, os chamados ICPs (perfil ideal de cliente).

  • O que é um ICP
  • Como identificar quem é seu ICP?
  • Diferenciar seu ICP, público alvo e persona. 

Este artigo é uma leitura obrigatória a todos os profissionais que queiram nutrir seu relacionamento com potenciais compradores. 

 Acessar artigo completo

Você sabia que sua equipe de vendas e sucesso do cliente são suas armas secretas quando se trata de criar conteúdo eficaz? 

Elas têm o “furo interno” sobre o porquê de algumas pessoas simplesmente não puxarem o gatilho e comprarem de você.

Mas há uma pergunta mágica que você pode fazer a eles para contornar essas objeções: 

“Quais são as 3 a 5 principais razões pelas quais as pessoas não compram de nós?” 

Com base em suas respostas, você poderá criar um conteúdo de marketing que responda antecipadamente a essas objeções.

Se você já sabe a que potenciais clientes vão se opor, você pode criar conteúdos que respondam a essas objeções antes que elas surjam. 

Isto significa que seu conteúdo será mais persuasivo (e eficaz) e, como resultado, você fechará mais negócios.

Os seis passos para começar:

1️⃣ Agende uma reunião com suas equipes de vendas e sucesso do cliente.

2️⃣ Analise suas respostas e classifique as mais comuns.

3️⃣ Vá falar com clientes e pessoas que não se tornaram clientes.

4️⃣ Crie um conteúdo que responda às objeções.

5️⃣ Certifique-se de que este conteúdo seja facilmente acessível em seu website e em outros canais de marketing.

6️⃣ Teste e otimize seu conteúdo com base em seu desempenho.

Abordar objeções antecipadamente com seu conteúdo é como ser o amigo que sempre sabe o que o outro precisa antes mesmo de pedir por ele! 

Quando você aborda objeções com antecedência, você está construindo uma relação de confiança e credibilidade com seus clientes potenciais. Eles estarão mais propensos a escolher seu produto ou serviço porque se sentem confiantes de que você é a pessoa certa para eles.

🚨 Existe uma forma de automatizar a geração de demandas ajudando os seus futuros clientes!

Comunicação assertiva + prospecção digital. 

Acesse o artigo e veja a metodologia completa:

 Acessar metodologia de vendas digitais

Quais as vantagens de se contratar um serviço que executa muito bem, mas não apresenta estratégias por trás dos conteúdos?

Nenhuma! 

Execução faz parte de um ciclo dentro do marketing digital, claramente essencial, essa etapa não se sustenta sem todas as outras

Observar ➡ ️ criar hipóteses ➡ ️ executar ➡ ️ obter dados ➡ ️ analisar os dados ➡ ️ criar novas hipóteses ➡ ️ executar…

Entenda e consiga aplicar corretamente sua estratégia de marketing, basta acessar o ebook: “Estratégias para além da lista de prospects” 

 Acessar e-book gratuito

As APIs do ChatGPT agora estão disponíveis para integração em aplicativos. O que isso significa?

Agora é possível adicionar conversas automatizadas em seus aplicativos ou chat de site para melhorar a experiência do usuário. 

Os usuários podem interagir com o ChatGPT para receber respostas rápidas às suas perguntas, obter recomendações personalizadas entre outras vantagens.

Ficou mais fácil criar conversas personalizadas e escaláveis ​​que ajudam seus usuários a obter informações valiosas instantaneamente.A  API é flexível e pode ser personalizada em diversos idiomas.

Já tem empresas usando a API

Os primeiros usuários da API do ChatGPT incluem o Snapchat, com seu bot ” My AI “; uma plataforma educacional chamada Quizlet que supostamente ajuda os alunos a estudar; e Instacart,  uma empresa de varejo americana que opera um serviço de entrega e coleta de supermercado, planeja adicionar “Ask Instacart” ainda este ano para permitir que os clientes perguntem sobre comida.

O ChatGPT foi apenas o precursor da nova era digital. Com ela, vem algumas dúvidas, como: o quão positiva pode ser essa mudança?

O Fórum Econômico Mundial  divulgou recente as “5 maneiras pelas quais a digitalização pode ajudar a construir a resiliência global” 

  • A digitalização pode melhorar a resiliência financeira, ajudando a prever riscos e aprimorar a tomada de decisões;
  • A tecnologia também pode auxiliar no monitoramento e prevenção de desastres naturais, permitindo respostas mais rápidas e eficazes;
  • A digitalização pode aumentar a transparência e a responsabilidade em áreas como a gestão de recursos naturais e a governança corporativa;
  • A tecnologia pode ser usada para melhorar a inclusão financeira e a educação, contribuindo para o desenvolvimento sustentável;
  • A digitalização também pode ajudar a fortalecer a cibersegurança e a proteger as informações pessoais dos usuários.

Já que estamos falando em conexões e acessibilidade e digitalização, vale lembrar do lado B dessa revolução: 

Um artigo publicado recentemente no The Conversation destacou a preocupação com a privacidade na era da inteligência artificial. 

Observa-se como o ChatGPT, uma ferramenta de inteligência artificial desenvolvida pela OpenAI que pode ser capaz de identificar e reproduzir informações pessoais dos usuários online.

Como empresa preocupada com a sua cibersegurança, queremos alertar você sobre a importância de proteger seus dados online. 

Algumas medidas simples podem ajudar a manter suas informações privadas e protegidas:

  • Use senhas fortes e únicas para cada conta online;
  • Atualize regularmente o software de segurança em seus dispositivos;
  • Tome cuidado ao compartilhar informações pessoais online;
  • Verifique se as empresas que você utiliza têm políticas claras de privacidade e segurança.

Não ignore a importância da segurança digital. Proteger seus dados  e a sua empresa online é essencial para manter a privacidade e evitar riscos a sua identidade e a segurança de todos.

________________________________________________________________________________

Você já ouviu falar da “linguagem do amor digital” aplicada aos negócios? De acordo com um artigo recente da Forbes, essa é a chave para inovar na experiência do cliente (CX). 

Como e porque, você confere nos pontos abaixo:

  • Segundo pesquisa da PwC, 73% dos consumidores consideram que uma experiência positiva é crucial em suas decisões de compra;
  • Outra pesquisa, dessa vez da Accenture, mostrou que 83% dos consumidores preferem interagir com humanos em vez de chatbots ou outros tipos de inteligência artificial;
  • Porém, a mesma pesquisa apontou que 87% dos consumidores acreditam que as empresas precisam fornecer uma experiência mais humana;

É aí que entra a “linguagem do amor digital”, que se baseia em empatia, conexão e compreensão do cliente;

Essa abordagem pode ser aplicada em diversas áreas, como atendimento ao cliente, marketing e desenvolvimento de produtos;

  • Para implementar a “linguagem do amor digital”, é importante escutar o cliente, entender suas necessidades e preocupações, personalizar a comunicação e criar experiências memoráveis.

A concorrência cada vez mais acirrada torna a experiência do cliente um diferencial cada vez mais importante.

Sobre o assunto, Seth Godin, guru de marketing renomado mundialmente, empresário e autor de best-seller, compartilhou em uma recente entrevista Forbes uma observação eloquente que amplia o contraste entre a forma como as empresas e os clientes percebem a “personalização”.

Segundo Godin, “ninguém quer que nada seja personalizado, quer que seja pessoal, e essas são duas coisas totalmente diferentes”.

 

Marcações: