Como manter a competitividade na era digital

 Tornou-se um desafio manter a competitividade frente a crescente concorrência impulsionada pelas redes sociais.  Stories no instagram direcionam as compras mostrando quais produtos funcionam e quais empresas atendem os requisitos aceitáveis pelos consumidores. 

  As redes sociais se tornaram um ambiente que é de extrema importância para quem possui qualquer tipo de negócio. Saber o horário de maior alcance, em qual canal digital publicar e como direcionar os conteúdos, artigos, e-book, infográficos, é essencial para se beneficiar deste recurso.  

O QUE MUDOU COM A DEMOCRATIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO ?

  Graças a democratização do acesso à informação através da internet, o público alvo das empresas tornou-se heterogêneo. Dessa forma, é preciso atendê-lo bem para que aconteça um aumento significativo de vendas.

  Mais que uma exclusividade, o cliente busca ser incluído e representado pelas empresas. É bem vinda uma pesquisa sobre o consumidor, seus anseios quando busca determinado produto, saber qual região mora, sua faixa etária, etnia ,gênero e até mesmo posicionamento político. 

   A internet pode ser uma aliada nesse processo, pois possibilita o acesso a dados que poderão auxiliar a empresa a criar estratégias que atendam aos interesses do consumidor final, gerando novas oportunidades.

   Veja alguns pontos a se atentar para se manter competitivo nessa nova era:

1- HORIZONTALIDADE NO MERCADO DE TRABALHO;

   É necessário assimilar que o mercado hoje funciona de forma horizontal. As decisões tomadas repercutem de forma assustadoramente rápida nas redes sociais.

  Assim sendo , para criar uma confiança no cliente a empresa deve ser honesta e não ir contra aquilo que prega. Impedindo assim, que nasça uma propaganda negativa que prejudique os negócios .

Não adianta criar um perfil para agradar ao cliente, mas agir de forma contrária. Logo, assuma compromissos públicos que possa cumprir! Não é incomum ver na internet marcas serem repudiadas por propagandas enganosas ou por irem contra ideais defendidos por seus consumidores.

2- USE A RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A SEU FAVOR 

   Há uma crescente cobrança feita pela comunidade em torno de uma consciência social dentro das empresas. Cobram que elas possuam responsabilidade ambiental, que acolham as diferenças de gênero, etnias e status econômico (como consumidores e também como funcionários). Dessa forma, para se manter no mercado é preciso se adequar a essas reivindicações. 

3- OS CONSUMIDORES ATUAM COMO  FISCAIS 

  Os consumidores estão cada vez mais atentos e as redes sociais ajudam nessa fiscalização. Em síntese, as empresas que não se adaptarem a essa nova realidade serão dizimadas e perderão espaço. 

  Não existe mais a possibilidade de atender ao indivíduo sem pensar no coletivo. Logo, o poder está nos grupos e eles decidem quais empresas permanecem ou não. 

Para saber mais, veja mais textos no nosso blog https://amplificadigital.com.br/

Privacidade