Coronavírus começa a afetar o mercado de tecnologia do Brasil

Já é provado que o Covid-19 causou um desastre na economia mundial. A China que tem o maior índice de infectados teve que frear a sua produção pela segurança de seus funcionários. O fato é que a falta da mão de obra em um dos países que mais importam tecnologia no mundo, teve reflexos globais, inclusive no Brasil. 

O setor de tecnologia brasileiro já sofre com a falta de peças para montagem dos produtos. 

Algumas empresas se veem forçadas a fazer uma paralisação em algumas fábricas no país, inclusive a darem férias coletivas para funcionários enquanto o fornecimento não é normalizado.

Paralisação 

A Samsung precisou parar a montagem de produtos em Campinas (SP) por 3 dias em Fevereiro. O problema em si atingiu de forma mais grave a LG e a Flextronics, empresa responsável pelos produtos da Motorola no Brasil. A fábrica da LG, em Taubaté (SP) promoveu uma paralisação de 10 dias, iniciada no dia 2 de março. A Flextronics em Jaguariúna (SP) decidiu dar férias coletivas aos seus funcionários entre os dias 17 e 28 de fevereiro, porém já anunciou que fará isso novamente entre 9 e 28 de março. Está ocorrendo um movimento parecido na Zona Franca em Manaus, onde várias montadoras já preveem férias coletivas para seus funcionários pela falta de insumos vindo da China.

Consumidor afetado 

Segundo a Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), entre seus associados, 54% das empresas alegam que podem começar a ocorrer dificuldades para entregar produtos finalizados ao redor do Brasil por conta da falta de peças. A estimativa é caso essa situação se prolongue por mais 45 dias. Se chegar a esse ponto, a falta de produção pode afetar o consumidor de diversas maneiras. Com a falta de estoques, os preços de determinados produtos podem sofrer grandes alterações, com poucas unidades nas prateleiras, os valores podem ser inflacionados. 

Pequenas empresas também são afetadas 

Se engana quem pensa que só grandes empresas serão afetadas pela falta de peças exportadas para o Brasil. Por exemplo, uma empresa especializada em reparo de computadores e celulares também irá sofrer com a escassez de peças, inclusive os preços podem começar a subir pela alta demanda e procura. Fornecedores de peças em sites como o Aliexpress e no eBay já não estão conseguindo suprir a necessidade de seus clientes. O pensamento que fica é para que a cura seja encontrada o mais rápido possível, porém, os efeitos causados pelo Coronavírus já afetaram a indústria mundial de uma maneira raramente vista antes.

Privacidade