Hard Bounce x Soft Bounce: por que tantos leads não interagem com meus e-mails?

Você sabe o que é Hard Bounce e Soft Bounce? Esses dois conceitos são fundamentais para a sua estratégia de marketing. Por isso, a Amplifica Digital produziu esse artigo para ajudar você a entender melhor como eles funcionam e como surgem. Aproveite a leitura! 

O que são os Bounces?

Quando os usuários se inscrevem em Landing Pages, para receber os seus e-mails, as informações ali coletadas vão obrigatoriamente para alguma base de contatos. 

Com o passar do tempo esses dados ficam ultrapassados. Com isso a sua base para envio de e-mail marketing fica desatualizado e algumas mensagens de e-mail enviadas podem ser devolvidas pelo servidor do destinatário, gerando o que chamamos de bounce.  

Os bounces são retornos dos provedores aos endereços de e-mail que apresentam algum erro. Quando um e-mail é rejeitado pelo servidor do destinatário, considera-se que houve um “bounce”. O bounce pode ser dividido em duas categorias: Hard Bounce e Soft Bounce. Veja como diferenciá-los:

Hard Bounce: 

Ocorre quando um email não pode ser entregue por razões permanentes. Estas razões podem ser muitas, mas as mais comuns são:

  • A caixa postal do destinatário não existe no domínio de destino;
  • O nome de domínio não existe;
  • O servidor de e-mail do destinatário bloqueou os recebimentos.

A recomendação é que a sua campanha nunca tenha mais do que 3% de hard bounce. Isso porque altos índices desse tipo de erro são um forte indicador de que a sua lista de emails não é real ou muito antiga, e enviar emails para esses destinatários é uma prática muito ruim.

Por esse e outros motivos é muito importante que, uma vez que um email retorne como hard bounce, você inative esse endereço da sua lista imediatamente, para evitar danos à sua reputação como um bom enviador de emails.

Uma das ações que podem ser utilizadas para combater os Hard Bounces é incluir um parágrafo curto em cada um dos seus emails, com um texto informativo e um link que permita que seus clientes atualizem as informações e eventualmente, trocar o email antigo pelo novo.

Soft Bounce:

É um email que não foi entregue por razões temporárias, sendo as seguintes as mais comuns:

  • A caixa de entrada do destinatário está cheia;
  • Pode ter ocorrido falha de recebimento por parte do destinatário ou algum bloqueio no destino;
  • O tempo de email na fila expirou. O servidor de envio tentou retransmitir ou entregar a mensagem.

Diferentemente do Hard Bounce, no caso de Soft Bounce não é recomendável remover esses contatos da sua lista, a menos que se perceba que um determinado email resulta neste tipo de bounce durante alguns meses.

Como o soft bounce é um problema com menor gravidade do que um hard bounce, os limites para esse tipo de erro são mais flexíveis, mas ainda assim a recomendação é que a sua campanha não tenha mais do que 6% deste tipo de erro. Além disso, em alguns casos, um email que retornou como soft bounce pode, na verdade, estar passando por uma indisponibilidade permanente.

Por exemplo, se o erro for recebido porque a caixa do destinatário está cheia e o usuário nunca limpar essa caixa, sempre que você enviar um email para esse endereço você receberá um erro de soft bounce. Por esse motivo, é importante remover endereços de email que retornem recorrentemente como soft bounce, para que você não tenha problemas de entregabilidade no futuro.

Dicas para evitar Hard Bounce e Soft Bounce

Limpe listas de e-mails antes de importar

Ao importar uma lista de email, o primeiro passo é ter certeza de que aqueles Leads fazem sentido para a sua base e se querem receber o seu conteúdo. Dessa forma, além de evitar bounces, você estará agindo em concordância com a LGPD.

Antes de fazer a importação, é indicado fazer a limpeza da lista, se possível, usando um serviço que faça a verificação de toda a sua lista e aponte quais são os emails válidos e inválidos. 

Crie uma segmentação de usuários de baixa atividade

Como não há um custo financeiro adicional em continuar mandando e-mails, muitas empresas costumam não ligar para a taxa de abertura de um envio de Email Marketing, mas os provedores ligam.

As métricas de engajamento de email também são relevantes para construir a sua reputação junto com os provedores de email e garantir que sua mensagem não caia na caixa de SPAM dos seus Leads.

Por isso, indicamos que você construa uma segmentação de Leads desengajados e construa uma estratégia paralela de e-mail marketing para ele, visando o engajamento desses Leads.

Pense em estratégias para estimular o uso de emails válidos

Uma forma de garantir que apenas endereços de emails válidos entrem na sua base é utilizar a dupla confirmação em seus formulários. A funcionalidade envia uma mensagem para o email cadastrado e apenas após o clique no email o Lead entrará para sua base de Leads.

Outra estratégia é que quando o usuário demonstrar interesse em materiais ricos produzidos pela sua empresa, deixar claro que o link do material será enviado por email. Por isso, se o “Lead” utilizar um email inválido, ele não terá acesso ao material que deseja baixar.

Ressaltamos que isso não impede a entrada de Leads inválidos, mas reduz, fazendo com que quem está realmente interessado no material informe um email válido.

A Amplifica Digital utiliza e recomenda o RD Station, plataforma que indica os e-mails que mais apresentam os dois tipos de Bounce, auxiliando assim a manter a sua lista de e-mail limpa. 

Esperamos que esse conteúdo seja útil para você!

Privacidade