Instagram adota medidas para diminuir fake news sobre Coronavírus

O Instagram anunciou uma série de medidas para aumentar a qualidade das informações e evitar divulgação de boatos sobre coronavírus na rede social.

A rede social direcionará buscas sobre coronavírus para informações da OMS e disponibilizou novos adesivos como o ‘Em casa’.

Qualquer procura pelos termos “coronavírus” ou “COVID-19” vai resultar em uma mensagem educacional, com conexão a informações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e de ministérios da saúde locais.

 O Instagram disse ao G1, que também vai começar a remover da seção de perfis recomendados aqueles que forem relacionados ao COVID-19. Alguns conteúdos que tratem da doença serão removidos da aba “Explorar”, a menos que sejam de organizações de saúde confiáveis.

A plataforma também vai reduzir alcance de conteúdo marcado como falso por agências de checagem no feed e nos stories.

O Instagram proibiu anúncios enganosos de produtos que se referem ao COVID-19 que tentam gerar pânico e urgência, prometem garantir curas ou impedir que as pessoas sejam contaminadas, e baniu temporariamente anúncios e conteúdo de marcas que promovem certos suprimentos médicos, incluindo máscaras faciais.

Entre as novidades está a resolução que não será mais possível procurar efeitos de realidade aumentada relacionados à doença, com exceção para os que foram desenvolvidos em parceria com uma organização de saúde reconhecida.

Na mesma reportagem, a rede social disse ainda que disponibilizará novos adesivos, com lembretes sobre lavar as mãos ou manter distância física. No último final de semana, o Instagram já havia liberado o “Em Casa”, adesivo que agregava stories dos seguidores que usavam o recurso.

Além disso, o Instagram também terá uma funcionalidade que permite que pessoas que estejam em um conversa em grupo possam navegar na rede social “juntos”.Depois de iniciar uma conversa em vídeo, será possível ver fotos, vídeos salvos.

Fonte: G1