Marketing Digital e mulheres, como funciona essa relação? 

 

  A internet criou novos modelos de negócios, o que abriu uma ampla variedade de oportunidades.

Por isso, a utilização do meio digital para transações no mercado já é fator regular no cotidiano das pessoas. 

Em decorrência desse novo viés de comércio, muitas empresas começaram a utilizar a web para impulsionar suas vendas. Portanto, houve um aumento na  concorrência.

Com isso, surgiu a  necessidade do uso de marketing digital para criar vantagem competitiva para as empresas. 

  É disseminada a importância das redes sociais para a proximidade com os clientes e conclusão positiva de negócios. Mas o que muitas empresas ignoram ou desprezam, é a importância da mulher nesse processo.  As mulheres passam cerca de 30% mais tempo em redes sociais do que os homens.

Nas últimas décadas, as mulheres passaram por diversas mudanças comportamentais ligados a valores, costumes e estilos de vida. 

Houve rupturas com aquilo que era imposto. O modo como elas veem o mundo e buscam os seus sonhos mudou e continua mudando.

 Um dado que reflete esse cenário, é que em junho de 2019, 33 CEOS das maiores empresas do mundo eram mulheres. 

 Segundo a 15ª edição da International Business Report (IBR) Women in Business 2019, o Brasil está na lista dos dez países com mais mulheres em cargos de liderança. De acordo com a pesquisa,  93% das empresas afirmaram que mulheres ocupam cargos de liderança, sendo na sua maioria CFO, Direção de Recursos Humanos e CEO. 

Visto que,  as mulheres são um dos pilares do crescimento do mercado, tanto como profissionais como consumidoras, seria um tiro no pé não adequar seu marketing para esse público. 

Alguns pontos que sua equipe de marketing deve entender sobre a mulher do século XXI: 

  • O público feminino está em constante busca por novidades.
  • Representa uma porcentagem significativa no mercado de trabalho.
  • O mercado consumidor foi ocupado por mulheres com média de 50 anos.
  • Geralmente são mulheres bem sucedidas, independentes, com vida social intensa, preocupadas com a saúde do corpo e da mente.
  • Não cansa de estudar e almeja se realizar profissionalmente.
  • São detalhistas e usam plataformas como redes sociais, e-mails , mensagens de celular.
  • Tem maior tendência em ser fiel às mesmas empresas, por outro lado, demoram a escolher qual produto consumir. 

Ora, a atuação da mulher no marketing digital acontece de forma dupla, são clientes, mas também são excelentes profissionais, com uma sensibilidade que é indispensável na área.  

As mulheres desempenham três papéis no marketing Online e Offline:

  • Coletoras de informação: Pesquisam muito antes de fechar o negócio, conversam sobre a marca. Além de buscarem opiniões da família, amigos e estão mais abertas a receber auxílio dos  outros.
  • Influenciadores: A influência criada por elas é grande e no trabalho.
  • Participação de mercado: A participação das mulheres é cada vez maior, para acessar mercados ainda maiores, as marcas precisarão passar pelo processo de tomada de decisão abrangente das mulheres.

Em vista disso, crie uma pauta que represente e respeite as mulheres em toda a sua diversidade. Efetivamente, tenha cuidado com o conteúdo que sua empresa cria e compartilha. Pois, material machista e que espalhe o senso comum, será prejudicial para sua empresa.

Para mais textos , acesse nosso blog !

Privacidade