Nova tecnologia em lentes de contato pode ajudar a corrigir o daltonismo

Existem pessoas que não conseguem diferenciar alguns tons de cores, e por isso elas são chamadas de daltônicos. Pensando nesse nicho, Sharon Karepov e Tal Ellenbogen, pesquisadores da Universidade de Tel Aviv, em Israel, criaram uma lente de contato capaz de ajudar pessoas com daltonismo a restaurar deficiência e melhorar a percepção das cores. 

No mercado já existem diversas formas para correções do problema, porém estão longe de serem efetivas como é o caso das novas lentes. A tecnologia consegue transferir filtros de correção de cores para a superfície das lentes de contato e com isso mudar a percepção das cores. Inclusive, o método usado pode, a longo prazo, ser melhor desenvolvido para atender outros tipos de daltonismo, ou até mesmo distúrbios oculares. 

As praticidades e melhorias numa única lente

Sharon Karepov, membro da equipe de pesquisa fez um comunicado enaltecendo as vantagens que a nova lente traria para os usuários: “Os óculos baseados neste conceito de correção estão disponíveis comercialmente, no entanto, são significamente mais volumosas do que as lentes de contato. Como o elemento óptico proposto é ultrafino e pode ser incorporado a qulquer lente de contato rígida, tanto a deuteranomacia quanto outros distúrbios da visão, como erros de refração, podem ser tratados em uma única lente de contato.” concluiu. 

Até chegarem no mercado a nova tecnologia de lentes ainda vão precisar passar por um longe e rigoroso processo de testes. Porém, ela se saiu muito bem em algumas provas clínicas e pode ser a solução conveniente e confortável para pessoas com daltonismo. Estima-se que é possível ocorrer uma melhora de até dez vezes na visualização de cores com a utilização das lentes. O fato é que um problema aparentemente comum que pode prejudicar a vida de diversas pessoas, pode em breve ter um fim. 

Privacidade