Infográficos são úteis na era digital?

Quando o rádio se tornou popular, havia a ideia de que seria o fim dos livros, assim como o podcast o fim do rádio e a televisão o fim do cinema. No entanto, esses canais seguem coexistindo.

Da mesma forma, muitos pensaram que o fim do infográfico  estava decretado, mas com o crescimento do Marketing de Conteúdo ele voltou com tudo. 

O que é marketing de conteúdo?

O Marketing de Conteúdo tornou-se, praticamente, apenas “Marketing”. Esse marketing envolve criar, selecionar, distribuir e ampliar conteúdo relevante para seu público alvo. 

Para trabalhar com marketing de conteúdo, o profissional deve ser ou se tornar um contador de histórias, pois, ele precisará narrar algo que seja útil e que irá  prender a atenção do consumidor. 

O que torna o marketing de conteúdo mais atraente é o fato dele ser acessado através da demanda dos consumidores e não das empresas, são os clientes que optam por consumir o quê, quando e onde querem. Se as pessoas não acharem seu produto atraente , não perderão tempo lendo ou assistindo.

Um dos fatores que podem afastar os clientes é o excesso de texto e informações espalhadas de forma desorganizada. Para aumentar o engajamento e organizar o seu conteúdo, é muito importante recorrer ao infográfico. 

Por que o infográfico havia perdido espaço no marketing?

Entre os anos de 2010 e 2016 ocorreu um surto de produção de infográficos, muitos criados sem um real planejamento por trás. A maioria dos assuntos não necessitava de todo um infográfico.. Em conjunto com a alta demanda esse processo resultou em um grande número de infográficos de péssima qualidade. O que desvalorizou e muito o infográfico entre os profissionais e público.

Só que nosso amigo conseguiu dar a volta por cima e está de volta com toda a força. Pesquisas apontam que 36,6% dos profissionais de marketing disseram preferir usar imagens originais, como infográficos, na estratégia de Marketing de Conteúdo.

Em consequência ao processo anterior de desvalorização, os profissionais estão sendo mais seletivos. Os designs são criados de forma responsiva, as fontes são maiores e gráficos verticais estão sendo utilizados. Tudo em nome de uma melhor experiência do usuário. 

Nessa nova era do infográfico, o seu foco é a persona. O seu objetivo não se concentra mais em só chamar a atenção, mas sim passar uma informação útil. 

O infográfico funciona no mundo digital? 

As pessoas estão cada vez com menos tempo para ler, ao passo que tentam consumir o máximo de informação possível. Dessa  forma, artigos longos são descartados e infográficos ganham espaço. 

Veja esse infográfico criado  pela Amplifica Digital:

Perceba como o infográfico combina a visualização de dados e o poder da narrativa se tornando uma ótima ferramenta para a promoção de conteúdo e conversão de leads. 

Como criar infográficos de alta qualidade?

Com os infográficos se tornando populares novamente, há o risco de cair no padrão antigo de criar peças de baixa qualidade. No entanto, existem maneiras de evitar essas armadilhas.

  • O uso de modelos bem definidos, atraentes e altamente personalizáveis ​​não apenas facilita a criação rápida de infográficos para os profissionais de marketing, mas também garante que não haja comprometimento da qualidade.
  • Não caia na armadilha de criar uma arte apenas porque ela obtém visualizações. Encontre a história que deseja contar através dela ao fazer a seguinte pergunta: “que pergunta o infográfico está respondendo?”
  • Com isso em mente, crie um esboço. Anote a palavra-chave em foco, como faria em um artigo ou post de blog. Mapeie seus títulos, os conjuntos de dados que você incluirá e o esquema de cores.
  • Mais cores não significa maior atração. As cores que você escolher precisam se adequar ao tema da sua história. Escolha o tipo certo de gráfico que poderá compartilhar seus dados de maneira eficaz, mas concisa. Lembre-se de não adicionar muita cor aos seus gráficos. Ela deve ajudar a realçar alguns dados e não confundir ou espantar o usuário.
  • Brinque com as fontes que você usa, mas limite a não mais que três – uma para o cabeçalho, uma para os subtítulos e uma para o texto do corpo. Muitas fontes encherão o design e parecerão amadoras.

Estas são dicas básicas para a criação de um infográfico, se precisar de ajuda de um profissional conte com nossa equipe!

Leia também: